Uma das questões fundamentais quando se começa a tocar diz respeito aos cabos de áudio necessários para conectar os equipamentos. Pensando em aliviar o desespero dos djs iniciantes, planejamos este guia definitivo sobre cabos de áudio para djs. Se você quer aprender tudo sobre cabos de áudio, acompanhe nosso post.

A experiência de organizar e montar um setup mesmo que básico para dj, conectando os cabos necessários nas entradas e saídas adequadas, pode ser muito traumática, especialmente quando você está apenas começando.

Mas fique tranquilo(a)! Com esse breve guia você aprenderá a diferenciar alguns dos principais cabos de áudio utilizados nos equipamentos tradicionais encontrados em gigs afora. Ao final do texto é provável que você esteja muito mais familiarizado com este tópico tão assustador para um iniciante.

Diferenças cabos de áudio

Cabos de áudio balanceados vs desbalanceados

É necessário esclarecer inicialmente a diferença entre cabos balanceados e cabos não balanceados.

Os cabos de áudio não balanceados ou desbalanceados são aqueles encontrados na maioria dos equipamentos de áudio não profissionais, produtos de uso pessoal ou doméstico, como por exemplo, seu smartphone.

Para carregar o áudio por um cabo, um sinal mono desbalanceado requer dois fios, um para transportar o áudio e outro como fio terra.

Mono é aquilo que chamamos de sinal único de áudio e dois sinais mono, direito e esquerdo, formam um sinal estéreo.

Em muitos dispositivos domésticos dois desses sinais monos são transportados em um único cabo para formar um sinal estéreo desbalanceado. Nesse caso os dois lados do sinal podem compartilhar de um único fio terra, assim, um sinal desbalanceado requer pelo menos três conexões.

Sendo assim, se você olhar em plug de 3,5mm padrão de fone de ouvido, perceberá que o metal do plug é dividido em três partes. O principal problema com cabos desbalanceados é que eles são muito mais suscetíveis à interferência externa.

Quais cabos de áudio usar

Aparelhos eletrônicos comuns em nossas rotinas geram campos eletromagnéticos que interferem no sinal que passa por dentro de cabos não balanceados.

Podemos utilizar como exemplo disso, o ruído gerado pelo celular quando o deixamos em cima de um monitor de referência, próximo a um microfone ou fone de ouvido. Os primeiros engenheiros elétricos descobriram problemas similares quando seus cabos passavam perto de linhas elétricas. Foi aí que surgiram os cabos balanceados como solução.

Em uso, um sinal mono balanceado consiste em dois fios de áudio (comumente chamados de frio e quente) e um fio terra. Assim, o cabo balanceado mono requer três conexões para produzir um sinal com pouca interferência.

Os cabos estéreo balanceados não são de uso comum. Eles requerem dois cabos, com três conexões cada para funcionarem corretamente.

Mas por que dois cabos para carregar um único sinal? A resposta está na exata oposição entre os sinais em cada um dos cabos. Eles são subtraídos entre si para produzir um áudio com pouco ruído.

Cabos balanceados podem ser utilizados em distâncias muito maiores se comparadas com os cabos desbalanceados, como por exemplo, a distância entre o mixer, a mesa de som, e o sistema PA.

No começo pode parecer um tanto quanto confuso, mas com o tempo os termos vão ficando mais familiares. Mas não se preocupe, o importante é saber os benefícios em se usar um cabo balanceado em distâncias maiores e um cabos desbalanceados para curtas distâncias.

Já falamos dos cabos, agora vamos falar dos conectores.

Plugs RCA

Os plugs RCA são o tipo mais comum de plug. Eles podem ser encontrados facilmente em dispositivos casuais, assim como em equipamentos para Dj. A maioria dos Cdjs, toca-discos e interfaces de áudio, são conectados ao mixer via RCAs.

Nestas situações os cabos não precisam viajar longas distâncias, assim não há necessidade de se utilizar cabos balanceados.

Cabos RCA são mono, portanto cada um carrega duas conexões internamente, um sinal de áudio e o fio terra. Mas normalmente são produzidos em pares, branco e vermelho.

como escolher cabos de áudio para dj

Sendo os dois cabos separados, cada um precisa de duas conexões, uma de áudio e outra para o aterramento, sendo assim, um sinal estéreo usando cabos RCA vai precisar de um total de 4 conexões. Os plugs normalmente são orientados por cores, geralmente vermelho para o canal da direita e branco para o da direita, mas isso não é consensual, alguns fabricantes fazem diferente.

Ao analisar a parte de trás de um mixer para Dj, você provavelmente já deve ter se deparado com duas linhas de conexões para cabos RCA, uma Phono e outra Line.

Estas conexões são destinadas a equipamentos que produzem sinais com ganhos diferentes: Cdjs e equipamentos com sinal de linha, e Toca-Discos.

Phono é o sinal com ganho significativamente mais baixo que o Line, portanto necessita de um tipo de pré-amplificação ofertada pelo mixer. Toca-discos utilizam essas conexões.

Cdjs e equipamentos digitais utilizam conexões Line, desta forma não requerem amplificação.

A maioria dos mixers e controladoras com entradas externas possuem uma chave seletora para sinais Line/Phono ou ainda entradas separadas para dispositivos diferentes. Tenha sempre certeza sobre o tipo de sinal que você usará para garantir que conecte os aparelhos nas entradas adequadas. Um dispositivo com sinal line plugado em entradas Phono faz um barulho terrível e não melhora seu som em nada.

Plugs XLR

Eles são os plugs balanceados mais comuns de se encontrar. São usados para enviar, por exemplo, o sinal master do mixer para o sistema PA ou ainda a saída de som de uma controladora com interface de áudio para as caixas de som. Esse tipo de conexão também é muito utilizado em microfones.

como escolher cabos de áudio para dj

A vantagem de se usar cabos balanceados XLR é que eles são muito seguros devido ao “clip” que possuem. Ao conectá-los em uma entrada ou saída, ouve-se um click e o plug fica preso à conexão, soltando-se apenas quando a trava de segurança é apertada.

O tamanho dos plugs XLR é outra característica marcante deste tipo. Comparado aos outros modelos, eles são bem grandes. Por isso mesmo nem sempre estão disponíveis em controladoras menores, onde o espaço é limitado. Um sinal estéreo deste tipo demandará dois cabos, cada um com três conexões.

Conexões TRS

Esse é o tipo talvez mais confuso de se compreender. TRS, em inglês, TipRingSleeve, tradução livre: Ponta, Anel e Luva. Seu nome vem das três partes que formam o plug, verificáveis pelos anéis que demarcam as seções.

No Brasil, essas conexões são mais conhecidas popularmente como “P10” para a versão maior, de ¼” ou 3.5mm, “P2” para a versão intermediária de ⅛” e “P1” para o menor tamanho.

como escolher cabos de áudio para dj

Encontra-se com maior frequência os plugs maiores, geralmente o P10 é a conexão padrão dos fones de ouvido para Dj, mas a maioria possui esse plug solto, de maneira que ele pode ser retirado, liberando uma segunda ponta P2 para dispositivos que requerem esta conexão.

É muito fácil confundir o TRS com o TS, versão utilizada geralmente em instrumentos mono, como por exemplo, guitarras e baixos. Entradas TRS recebem TS e vice versa, mas há uma diferença entre eles.

TRS possui três conexões, tip-ring-sleeve, e a TS apenas duas, tip-sleeve.

Esse tipo de plug pode ser usado como alternativa de qualidade similar ao XLR para, por exemplo, saídas de áudio balanceadas de mixers e interfaces de áudio. A maioria dos equipamentos profissionais incluem saídas de áudio balanceadas para o sistema PA.

Apesar dos plugs TRS serem relativamente compactos, contendo três conexões, eles também podem ser usados em cabos estéreo desbalanceados. Por exemplo, a saída para fone de ouvido de quase todo mixer para dj ou interface de áudio é TRS. Não existe diferença alguma entre um cabo TRS usado para sinal desbalanceado estéreo ou balanceado mono.

S/Pdif

As conexões S/Pdif, do inglês Sony/Philips Digital Interface, é um tipo encontrado geralmente em aparelhos mais modernos, CDJs, interfaces de áudio e mixers.

Nas aplicações para Dj, geralmente eles vêm com o nome de “Coaxial”, com aparência muito similar a uma única conexão RCA.

Devido a natureza dos sinais digitais, eles são muito menos vulneráveis à interferência de sinais analógicos de outros aparelhos, portanto não precisam ser balanceados.

como escolher cabos de áudio para dj

Conclusão

Saber a diferença entre modelos variados de cabos de áudio pode ajudá-lo a tomar decisões baseadas em informações consistentes quando estiver escolhendo equipamentos.

Conhecer as especificidades de cada tipo previne confusões na hora de comprar cabos e de conectá-los, permitindo a conexão adequada entre os dispositivos para garantir o melhor som possível.

O presente guia não teve a intenção de penetrar em questões técnicas mais avançadas, limitando-se ao essencial para djs, produtores musicais e músicos pouco familiarizados a esses conceitos. Se você busca compreender aspectos profundos sobre a temática, recomendamos um curso técnico especializado.

como escolher cabos de áudio para dj

Aproveitamos para recomendar outros posts de equipamentos para dj: Pioneer DDJ-400 – Tudo sobre, Pioneer anuncia DDJ-SX3 – Descubra as novidades, Allen & Heath anuncia Xone 96 – Veja o teaser

Esperamos que tenha o guia tenha sido útil para seus estudos. Se você quer continuar aprendendo acompanhe nossas publicações.

Aprenda mais técnicas!